29 de dez de 2008

PAUSA




Às vezes me dá vontade de falar "peraí, para um pouquinho, deixa eu descer que eu peguei esse bonde por engano". É mole? To já há um tempo nessa viagem mas - não que tenha sido ruim, não, de maneira alguma - chegar à algum lugar eu nào cheguei. Até que foi bom até aqui: vi umas paisagens bonitas, me diverti com companhias agradáveis, conversei com muita gente, vi alguns descerem do bonde, outros subirem.. até que foi animadinho, não foi de todo ruim. Mas, algumas horas a gente não sabe bem se sentou no lugar certo, né? Também não é como se eu tivesse escolhido com 100% das vagas disponíveis. No bonde não é assim. Quando ele passa no seu ponto os lugares ja estão mais ou menos definidos e aí, meu filho, é o que te dizem mesmo "contente-se". Só que, sabe como é, né, a janelinha do outro sempre tem a vista melhor. Daí o tempo foi passando, os pontos foram passando e eu, entretida com o passeio, esqueci de lembrar onde eu tinha que descer, que que eu tinha que fazer... Fiquei meio perdida, mas, acontece, né? Segui viagem. Agora eu to aqui mais pelo prazer do passeio do que pelo meu esquecido destino. Num sei mais onde quero chegar. Vou me deixar estar. Aqui. Vou sentir a brisa do bonde acariciar meu rosto e vou continuar indo - a lugar nenhum. Ta todo mundo sempre indo e vindo mesmo... Nem sempre o objetivo da viagem é o destino final. Porque o final é o fim. Entendeu?











Mariana Cerino Calazans






9 de dez de 2008

Anônimo aí vai sua resposta , talvez.

Primeiramente, (como diria um grande amigo meu) para quem não sabe a pergunta o post seria inútil , então explicar-me-ei.A pergunta do anônimo foi sobre o post logo aqui abaixo, no qual eu deixo claro que a ciência não provou tudo que é de necessidade humana saber, que ela ainda não explicou ( se estiver sem pressa leia o post abaixo e os comentários) e eu pergunto quem está no controle?. Acredito que teria sido melhor perguntar quem tem essas respostas , mas acho que daria "nO" mesmo.E a pergunta dele foi : e precisa ter alguém no controle ?Sendo assim , senti-me obrigado a dar-lhe uma resposta e necessitei de um pouco de estudo para formular a mesma , mas nada que tirasse a minha paz. ( foi pouco estudo mesmo )

Começando, acredita-se em uma liberdade absoluta e isso é pregado por hippies e outros movimentos jovens da metade do século XX até hoje, dentro desses movimentos podemos citar a música jovem, quase como um todo, desde o reggae até o punk.Porém, apesar do homem naturalmente necessitar de liberdade é quase um instinto que o mesmo peça para ser controlado , sim parece um paradoxo e é uma antítese.

Nós temos a necessidade de ter liberdade , mas ela é muito restrita e quase não "ligamos" para isso, queremos ter o direito de ir e vir , de ser tratado igual e de poder comprar o que quiser , entretando a organização em sociedade tornou necessárias as leis e essas devem ser obedecidas por todos e sempre.As leis restringuem nossa liberdade , mas isso pouco importa o que importa é que assim temos controle e apesar de os jovens pregarem a liberdade são os que mais pedem pelo controle, em sua maioria.

Os jovens ainda não estão preparados para a vida em sociedade, por completo.Esses não saberiam em muitos momentos como agir e provavelmente gritariam por suas mães em vários ocasiões.O jovem crítica e quase sempre toma a liberdade de reagir as verdades e ordens que seus pais colocam em sua vida , mas esse grita também desesperademente por alguém que o controle, faça com que ele não acabe consigo mesmo por causa da sua liberdade.A maioria deles senti-se feliz por ser controlado e ter poucas responsabilidades , isso porque todos nós jovens ou não temos uma liberdade "máxima",na verdade, as pessoas desejam ter poucas tarefas para realizar e quanto mais conseguirem repassar suas tarefas melhor e isso é o mesmo que dizer:- me controle , por favor.A medida que "entregamos" nossas responsabilidades, tarefas e projetos para outra pessoa estamos desistindo da nossa liberdade de escolha e passando a ser controlado.

Isso tudo , não é nada incomum. Na verdade , acredito que , essas coisas já deveriam estar bem claras para nós.Não somos capazes e talvez,provavelmente,com certeza, nunca seremos.É fácil percebermos essa verdade , qual seria o motivo de tantas medidas de controle de massa darem tão certo no mundo inteiro e quando falo isso refiro-me aos nazistas , as ditaduras , as colônias , a mídia.E não me excluo disso e provavelmente alguém vai ler e dizer que esse meu final é extremamente preconceituoso que estou dizendo que os colonizados , os "ditados" e os nazistas e populares- controlados pelo populismo- eram fracos e por isso foram controlados.Mas , na verdade vos digo que é necessidade humana e isso não é culpa nossa (na verdade é uma necessidade e contra elas não podemos lutar) ,todos esses cresceram em momentos de crises(mas as colônias foi pela crise do colonizador) e quando estamos em crise queremos mais é que os outros façam o que não temos certeza e nem saberíamos como começar.

Além disso , falo para vocês também que o homem precisa ser controlado, caso não acontecesse o controle não sei o que seria de nós.E ainda tenho o que dizer, o controle é tão necessário que talvez,provavelmente, o que mais ouvimos quando somos crianças é pode e não pode.

----------------------------------------------------------------------------------------

Essas idéias não são minhas como disse antes tive que estudar para conseguir responder.

Tomara que tenha conseguido responder a sua pergunta anônimo , essa é minha visão e se alguém tiver uma visão diferente acho "legal" discutirmos.

Aquele abraço , Cezar March
Qualquer outra pergunta tentarei esclarecer, então pergunte.

4 de dez de 2008

Que "homem" está no controle

Desde os tempos mais remotos existem na terra deuses, acredita-se que o homem é limitado e aqueles sim teriam os poderes sobrenaturais e suas onipotências, em maioria.A crença,do homem limitado , passou a ser quebrada a partir da filosofia,com Nietzsche por exemplo.E a ciência passou a transformar e dar grandes poderes aos homens , gerando a hipótese de onipotência humana.

A ciência começa com a intenção de entender o homem e seu meio , porém com o passar do tempo foi criando e não mais só com o desejo de compreender ou entender.Em consequência disso construiram-se novas tecnologias ( barcos , aviões , submarinos e até ônibus espaciais) que deram a capacidade do homem explorar novas ambientes ( água, ar e espaço cideral ). Depois criou-se o mundo irreal , a internet, todos esses geraram no homem um sentimento de "super-homem", capaz de controlar tudo e explorar tudo.

Porém o homem ainda é de carne e osso . O homem realmente passou a ter grande controle ( talvez até indevido ) de seu espaço , até criou um outro mundo , um mundo virtual , além de ter viajado ao espaço, mas o homem não consegue ter controle do tempo e principalmente do tempo de vida . Esse é o que traz novamente ao chão, a terra , as suas incapacidades. De um modo que restringe-o , fazendo com que sejamos instigados à tentar saber mais, controlar mais , causando a verdade de que o homem ainda não é onipotente.

Sendo assim, o homem realizou grandes descobertas , isso é fato , entretanto ainda não é conhecedor de tudo, através da ciência . E grandes indicadores são: não controle da liberdade real ( em totalidade), não controle da vida (quando ela começará e acabará) , não conhecimento total da estrutura genética , e nem mesmo utilização total de seu cerébro, tudo isso ainda não está no controle remoto, em mãos humanas, e não sabe-se quem está nesse controle , quem será?